article image

Se não for nas escolas, onde será? Aprender e praticar a democracia com o eTwinning

A democracia é um dos valores fundamentais da União Europeia. Contudo, esta não deve ser encarada como um dado adquirido. A democracia é algo que se deve aprender e compreender, mas, acima de tudo, é algo que todos os cidadãos devem praticar. Isto é hoje mais importante do que nunca. As mudanças na nossa sociedade e no mundo à nossa volta criam várias e novas oportunidades. (Tibor Navracsics, Comissário para a Educação, Cultura, Juventude e Desporto)

A “Participação Democrática” foi o tema escolhido para o ano de 2019.

O eTwinning promove competências que são necessárias numa cultura democrática, sendo alguns dos exemplos a aprendizagem autónoma, o raciocínio analítico e crítico, saber escutar e observar, empatia, flexibilidade e adaptabilidade, as capacidades multilinguísticas e comunicativas, a colaboração e a resolução de conflitos. Através destas competências, o eTwinning destaca as vantagens de uma cidadania ativa e demonstra que os professores podem contribuir para o estabelecimento de democracias sustentáveis.

O eTwinning promove a participação democrática dos professores, alunos, pais e comunidade local ao conceder-lhes a oportunidade de participar ativamente em projetos, campanhas e oportunidades de desenvolvimento profissional.

A Missão das Escolas eTwinning, desenvolvida ao longo dos últimos dois anos, coloca ênfase no conceito de liderança partilhada e nos alunos como agentes de mudança, “agindo como interlocutores e impulsionadores das inovações que ocorrem no âmbito da pedagogia e do uso das tecnologias”.

Para assinalar a importância da participação democrática e facilitar o trabalho dos professores, o eTwinning providencia vários materiais e recursos, tal como a edição do livro eTwinning.

  • A primeira secção apresenta os principais elementos da participação democrática e o papel da educação como promotora da participação ativa dos jovens.
  • A segunda secção centra-se no papel dos professores no desenvolvimento das competências democráticas e a importância de uma cidadania ativa.
  • A terceira secção introduz uma ferramenta para ajudar os alunos a desenvolverem competências de raciocínio crítico para enfrentar estereótipos e preconceitos.
  • A quarta secção dá a palavra aos jovens que assumiram um papel de liderança e se fizeram ouvir. Estes jovens são exemplos que poderão inspirar os seus alunos.

Leia aqui o livro eTwinning de 2019