article image

Amigos do eTwinning: Terre des Hommes

A Federação Internacional Terre des Hommes, cuja atividade é desenvolvida em prol dos direitos das crianças, na promoção da igualdade e na abolição da discriminação baseada na raça, religião, política ou género, faz parte dos Amigos do eTwinning.

O nome “Terre des Hommes” foi inspirado pela autobiografia de Antoine de Saint-Exupery e escolhido pelo fundador Edmund Kaiser para a organização. No livro “Terre des Hommes”, o autor faz várias referências a alguns conceitos-chave: a responsabilidade que todos temos na construção de um mundo melhor; a necessidade de colaborarmos uns com os outros; e o potencial intrínseco a cada criança de desenvolver grandes talentos se for protegida, cuidada e amada.

A principal missão da Terre des Hommes é garantir que os direitos das crianças são respeitados na prática e capacitar crianças e jovens no sentido de influenciarem sociedades, estruturas e mentalidades.

A Terre des Hommes fundamento o seu ativismo na vivência e na visão das crianças e comunidades cujos direitos humanos foram violados.

“Para cada criança, uma infância. Capacitar todos os jovens. Envolver todas as comunidades”.

Durante estes anos, a TDH e o eTwinning construíram uma forte relação de cooperação. Com efeito, a organização participou ativamente na conferência anual de 2017 em Malta, na conferência anual de 2018 na Polónia e na conferência anual de 2019 em França, na qual realizaram o workshop “Boa governação e democracia participativa”. O workshop introduziu métodos para sensibilizar os jovens para questões da cidadania e para participarem em espaços de tomada de decisões.

O eTwinning e a Terre des Hommes têm muito em comum, especialmente no ano em que se assinalam as Alterações climáticas e os desafios ambientais. O objetivo comum é garantir que todas as crianças têm a oportunidade de crescer num ambiente seguro, têm acesso a educação de qualidade, a uma vida saudável e a desenvolver perspetivas positivas para o futuro.

Além disso, o eTwinning e a Terre des Hommes estão de momento a lidar com a emergência do Covid-19 e encontram-se a oferecer apoio na sua área de impacto. Num momento histórico tal como este, torna-se ainda mais difícil garantir o respeito pelos direitos das crianças.

As crianças e as famílias das camadas mais desfavorecidas da sociedade em todo o mundo são menos capazes de se protegerem contra o Covid-19. Muitas são forçadas a viver em condições inadequadas e uma em cada três pessoas em todo o mundo não tem condições de saneamento básico em casa. Este número sobe para quase três em cada quatro agregados familiares nos países menos desenvolvidos do mundo. Durante esta crise, as crianças têm cada vez mais dificuldade em frequentar a escola ou em continuar os estudos a partir de casa. A TDH encontra-se a trabalhar para adaptar os seus serviços a esta nova realidade e facilitar toda a assistência possível às crianças a aos jovens.

A Terre des Hommes também continua a oferecer apoio às crianças e aos jovens na Europa. Na Lombardia, em Itália, abriu uma linha de apoio gratuita operada por psicólogos, destinada a médicos que trabalham com famílias vulneráveis durante a pandemia. A organização também produziu um manual sobre a promoção do bem-estar mental e a prevenção do stress nas crianças durante a quarentena, disponível em seis idiomas.

Nestes tempos difíceis, a nossa prioridade continua a ser os direitos e o bem-estar das crianças e dos jovens a quem servimos. Embora ainda seja imprevisível o impacto que esta crise irá ter neles a longo prazo, estamos prontos para apoiar, proteger e capacitá-los da melhor forma possível.

Durante mais de 50 anos, a TDH tem ajudado milhares de crianças a exercitarem o seu direito a uma vida digna, tendo-lhes facilitado cuidados de saúde, educação, meios de subsistência e proteção contra o abuso, a exploração e a violência. A organização tem lutado para promover os direitos humanos, uma evolução positiva e o conceito de criança como uma pessoa cuja dignidade deve ser totalmente respeitada.