article image

Amigos do eTwinning: apoio em tempos de Covid-19

A rede de amigos do eTwinning consiste num conjunto de órgãos, organizações e iniciativas internacionais com valores comuns aos do eTwinning. A rede de amigos do eTwinning ajuda o eTwinning a fazer chegar a sua mensagem a mais pessoas e ajuda os eTwinners a desenvolverem as suas competências.

Esta rede mostrou-se particularmente relevante durante a época de encerramento das escolas, ao ter oferecido apoio e acompanhamento aos eTwinners em diversas áreas.

Em março, o projeto Scientix realizou um seminário online cujo objetivo era inspirar e ajudar eTwinners a desenvolverem projetos STEM relacionados com o tema anual das Alterações Climáticas e dos Desafios Ambientais. O Scientix criou ainda uma sala de reuniões online que esteve à disposição de qualquer docente, ministério da educação ou especialista da área de STEM durante o período de confinamento.

Ainda durante março, os embaixadores da Europeana realizaram um seminário online sobre a adequação dos cenários de aprendizagem ao ensino online. A Europeana também reuniu, no seu portal, recursos elaborados por docentes cujo objetivo é disponibilizar e explorar exemplos inovadores e inspiradores. Estes exemplos mostram como a área do património cultural está a aproveitar o património cultural digital para fazer face a estes tempos difíceis.

Em maio, os peritos do EUROCLIO organizaram um seminário online para apresentar aos eTwinners uma ferramenta pedagógica desenvolvida pelos próprios, que pretende motivar, apoiar e ensinar os alunos a fazerem documentários sobre a história europeia recente. Além disso, o EUROCLIO desenvolveu ainda um curso online gratuito, constituído por sete partes, sobre o ensino online da disciplina de história (as gravações estão disponíveis).

Ainda em maio, a Eco-Schools apresentou aos eTwinners uma metodologia designada “Sete Passos”, inspirada numa aprendizagem com base em projetos e numa abordagem da “escola como organização”. Esta metodologia oferece aos alunos uma estrutura que permite observar, estudar, compreender e experienciar em primeira mão alguns dos problemas ambientais mais urgentes e implementar, em sete passos, medidas que provoquem mudanças.

O último amigo a aderir à rede de amigos do eTwinning, o ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) também realizou o seu primeiro evento online em maio. Esta organização fez uma apresentação sobre a dificuldade de dar aulas a crianças refugiadas, abordou o conceito de refugiado e o modo como é introduzido nas salas de aula, e ainda discutiu os desafios que as crianças refugiadas enfrentam.

O projeto Better Internet for Kids (BIK) mostrou aos eTwinners como devem enfrentar a desinformação, as fraudes e as notícias falsas. No seu sítio web, constam materiais sobre os passos que devemos tomar para tornar a Internet um lugar seguro para todos:

A Casa de Anne Frank realizou dois seminários em maio e em junho sobre a sua ferramenta online, Stories that Move. Este sítio web interativo e gratuito está disponível em cinco idiomas e oferece cinco percursos de aprendizagem que ajudam os jovens a explorarem o impacto do discurso de ódio, da exclusão e da discriminação.

A Casa da História Europeia criou atividades de aula temáticas, disponíveis em 24 idiomas, e através da sua série “#HistoryHoarding” desenvolveu jogos lúdicos de curta duração com atividades infantis para realizar em espaços interiores: